O pedido de curatela pode ser feito por cônjuges, pais, filhos, ou algum parente próximo. Em todos os casos deve ter o acompanhamento de um advogado que solicitará o pedido a um Juiz de Direito da Vara Cível ou de Família da Comarca do domicílio da pessoa idosa.

O curador deve, obrigatoriamente, prestar contas de sua administração ao Juíz, sempre que solicitado. E está sujeito a ser destituído da função havendo denúncia, junto ao Ministério Público, por depreciação ao idoso ou ao patrimônio sob sua responsabilidade.